Como adquirir uma renda extra revendendo semi-joias

by - 14:15

Com grande procura e potencial de crescimento, o mercado de semijoias é uma boa opção para quem pensa em ter o próprio negócio


As semijoias estão entre os produtos mais procurados pelos consumidores brasileiros, atraindo cada vez mais empreendedores a investir no setor. No Brasil, mais de 3 mil micros e pequenos empresários trabalham no mercado de bijuterias e semijoias, movimentando mais de 600 milhões de reais ao ano.
Para quem quer iniciar um negócio no ramo, as revendas são as opções mais indicadas, já que possuem baixo investimento e bom retorno. Uma revenda de semijoias nada mais é do que comprar os produtos diretamente da fábrica e revendê-los, seja em uma loja, em casa ou pela internet.

Assim como em qualquer outro negócio, para obter sucesso nas vendas é preciso tomar alguns cuidados e observar as tendências e características específicas deste mercado.

Como escolher produtos para revender
Sabemos que na lista de itens que não podem faltar para uma mulher, estão as semijoias e bijuterias — e isso torna os produtos excelentes opções de revenda. Você pode trabalhar com consignação ou comprar as peças diretamente da fábrica.
No caso da venda por consignação, seu lucro pode não ser tão atrativo, em média de 30% do valor das vendas. Em compensação, o que você não vender, pode devolver para o fornecedor.
Agora, se você escolher comprar os produtos para revender, seu lucro pode ser superior a 100%, afinal você poderá definir o preço de venda das peças. Mas, lembre-se de que é fundamental ter peças bonitas, de qualidade e com valor acessível.

Como escolher as fábricas de semijoias?
Independente da modalidade de negócio – loja online ou física –, um dos pontos principais para iniciar um empreendimento deste tipo é a escolha de bons fornecedores.
Com a variedade de fabricantes de semijoias no mercado, é preciso tomar alguns cuidados e observar aspectos como preço, a qualidade, as opções de pagamento e prazos de entrega na hora de escolher a melhor opção.
Os produtos devem oferecer uma boa relação preço x qualidade. Lembre-se que o valor deve ser atraente, já que você deverá incorporar uma margem de lucro de no mínimo 100% para manter o seu negócio rentável. Afinal, precisará revender os produtos com preços acessíveis aos seus clientes.
As condições de pagamento talvez não pareçam muito importantes no primeiro momento, porém, quando começar a comprar grandes quantias, bem como receber o pagamento parcelado de seus compradores, perceberá a necessidade de flexibilidade na hora de fechar seus pedidos.
Um bom meio de conseguir novos parceiros, são as feiras de semijoias que acontecem durante o ano todo em diversos lugares do Brasil.

Loja física ou e-commerce?
O investimento em uma loja física dependerá de muitos fatores, que vão desde o local de instalação até a quantidade de produtos que irá disponibilizar.
Independente do tamanho do negócio, no entanto, os custos, geralmente, são mais altos do que o de abrir uma revenda online. Neste caso, além de diminuírem as despesas fixas (aluguel do espaço, luz, água), os gastos com equipe também são menores.
Mas abrir uma loja online também exige planejamento e cuidados, a não ser que você encontre um fornecedor que já lhe ofereça uma proposta de e-commerce pronta.
São diversos detalhes envolvidos, que exigem conhecimento e planejamento. Portanto, o mais indicado é que se contrate uma empresa, pelo menos para a parte inicial, de estruturação do site. O gerenciamento e o marketing podem, então, ficar a seu cargo ou da sua equipe.

Como administrar o negócio?
De acordo com as estatísticas, mais de 40% dos negócios vão à falência devido à má administração. Portanto, é preciso um planejamento detalhado antes de começar o seu empreendimento. A análise do mercado, o capital de giro, taxas de juro, imposto de renda e custos gerais, todos esses pontos devem ser estudados e bem administrados para que o seu negócio dê certo.
Para quem não possui conhecimento ou experiência na área, é recomendável buscar o apoio do fornecedor de semijoias ou contratar uma consultoria ou, até mesmo, realizar um curso para pequenos empresários.

Como se destacar da concorrência?
Para se destacar em mercado concorrido como o de semijoias é preciso apostar em design e originalidade. Além de ter peças de boa qualidade, e com um preço bom, é preciso renovar a mercadoria com frequência e trazer as novidades das tendências da moda.
Escolher um fornecedor que desenvolve uma coleção própria e exclusiva ajuda e muito a se diferenciar no mercado.

You May Also Like

0 comentários